Telefone/WhatsApp: (84) 3412-4414

Indonésia enterra mortos em valas comuns e pede ajuda internacional


Postado em 1 de outubro de 2018 - 7:24h

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, começou nesta segunda-feira (1º) a coordenar uma possível ajuda internacional para os sobreviventes do terremoto e do tsunami que sacudiram a ilha de Sulawesi e devastaram as cidades de Palu e Donggala. O país enfrenta saques aos mercados e também enterra seus mortos em valas comuns.

O último balanço oficial indica que 844 pessoa morreram após a tragédia de sexta-feira. O desastre também deixou 540 feridos e 16.732 deslocados. O número de vítimas, no entanto, ainda não é definitivo e pode aumentar.

As autoridades continuam os trabalhos de busca e resgate de sobreviventes e vítimas, enquanto técnicos trabalham para restabelecer os serviços básicos.

“O presidente Jokowi nos autorizou a aceitar ajuda internacional para a urgente resposta e assistência após o desastre. Estou coordenando a ajuda do setor privado”, disse o chefe do conselho para os investimentos do governo, Tom Lembong, nas redes sociais.

Lembong acrescentou que as Forças Armadas, o Ministério de Exteriores e outras instituições ajudam a coordenar o setor público.

Fonte: G1