Telefone/WhatsApp: (84) 3412-4414

Potiguar nota 1000 na redação do Enem quer ser médica para ‘ajudar e ser amparo’


Postado em 21 de janeiro de 2019 - 8:07h

Duas estudantes potiguares obtiveram a nota máxima na redação do Exame Nacional Do Ensino Médio de 2018. No Brasil, 55 pessoas conseguiram atingir essa avaliação, a nota 1000. Para a mossoroense Carolina Mendes Pereira, de 18 anos, e a ipanguaçuense Rylla Lidice Varela de Melo, de 19, a notícia foi recebida com surpresa, mas ambas têm a certeza de que o resultado é fruto de muito esforço.

As notas da prova do Enem foram divulgadas na última sexta-feira (18), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). No total, o Inep diz que corrigiu 4.122.423 provas de redação na aplicação regular do Enem, que aconteceu nos dias 4 e 11 de novembro. Os dados, portanto, não incluem as provas do Enem PPL, aplicado para pessoas privadas de liberdade.

O tema sugerido nesta edição foi “A Manipulação do comportamento dos usuários pelo controle de dados da internet”. Tanto Rylla, quanto Carolina produziam uma redação por semana, para treinar o modelo cobrado pelo Exame. As duas faziam cursinhos particulares em Natal e pretendem ingressar no curso de medicina através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Fonte: G1 RN