Telefone/WhatsApp: (84) 99911-9627

Hotel Reis Magos começa a ser demolido


Postado em 9 de janeiro de 2020 - 10:08h

Hotel Reis Magos começou a ser demolido, no início da tarde desta quarta-feira (8), por uma empresa contratada pelos Proprietários do empreedimento. Após a decisão da Procuradoria Geral do Município, a empresa responsável pelo empreendimento, Hotéis Pernambuco, recebeu autorização para iniciar a demolição do prédio que funcionou como hotel de luxo entre os anos de 1965 e 1995, quando foi desativado. A justiça deu um prazo de 15 dias para o governo do estado se manifestar sobre o tombamento.

O Prefeito Álvaro Dias (MDB) esteve presente durante o ínicio da demolição e disse que “A prefeitura tem a comemorar, as ruinas do hotel, isso não é mais um hotel, representavam um símbolo de decadência que enfeiava a orla marítima de Natal. Agora, ele sendo demolido, outro empreeendimento moderno ocupando o seu lugar vai sim dar uma contribuição para que posssamos modernizar essa cidade e caminhar em direção ao futuro”.

As discussões se intensificaram no ano passado durante o início da elaboração do Plano Diretor da cidade, quando a empresa cobrou mais uma vez a liberação para demolir o hotel, mas foi barrada devido a possibilidade do local virar patrimônio histórico.

A decisão foi tomada após o governo do estado não ter apresentado um posicionamento sobre o tombamento do hotel. Em nota o governo informou que não houve tempo hábil para avaliar o processo de tombamento. O governo explica que o prazo de 15 dias, vencido na última sexta-feira (03/01), o Governo do Estado, por meio da PGE, em nome da Secretaria de Estado da Educação fez a defesa solicitando mais tempo para analisar a questão, já que era complexa e havia um novo laudo dos engenheiros dizendo que o prédio não vai “cair”.

Com a liberação, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo expediu a autorização para derrubada do hotel. A Guarda Municipal fez o processo de varredura da área para garantir que não havia nenhuma pessoa no local, em seguida foi dado o início do processo de demolição do prédio.

O Hotel Reis Magos foi foco de polêmica durante o Plano Diretor, em que historiadores, associações e institutos defendiam o tombamento do prédio devido o contexto histórico que o hotel tinha, que por muitos anos foi símbolo da capital potiguar, por um outro lado, o abandono do prédio era o argumento principal dos apoiadores da derrubada, que acabou pesando para a decisão favorável da prefeitura. Empresários e moradores comemoraram o momento em que partes das ruínas começaram a ser demolidas pelas máquinas.

Ao todo o processo de demolição deve acontecer em até 3 meses. A empresa responsável pelo serviço, espera que a demolição das ruínas do hotel seja feita em 20 dias e a segunda etapa de limpeza em pouco mais de 60 dias. Todo o material recolhido será reaproveitado e reciclado.

Fonte: Portal da Tropical