Telefone/WhatsApp: (84) 3412-4414

RN tem dois casos suspeitos de infecção pelo coronavírus


Postado em 26 de fevereiro de 2020 - 15:44h

Dois pacientes estão sob suspeita de infecção pelo coronavírus no Rio Grande do Norte. Segundo informações da Secretaria de Saúde Pública do RN (Sesap), já foram feitos os exames e os resultados devem sair na próxima sexta-feira. Os pacientes estão hospitalizados no hospital Giselda Trigueiro e Hospital do Coração. A Sesap acompanha a investigação e deve emitir nota, ainda hoje para dar mais detalhes dos casos.

No Nrdeste já são 4 casos suspeitos. Uma mulher de 51 anos vindo da Itália nesta terça de Carnaval, desembarcou no Recife com os sintomas do da doença e foi encaminhada ao Hospital Osvaldo Cruz para fazer os exames que comprovam ou descartaam a doença.

Na Paraíba, um homem de 59 anos, recém-chegado da Itália apresentou as mesma características do coronavírus e espera o laudo dos exames dentro de 48 horas. Ele chegou em João Pessoa na segunda-feira (24), o caso dele está sendo investigado no hospital Clementino Fraga.

O Ministério da Saúde confirmou hoje o primeiro paciente com o vírus, um senhor de 61 anos que deu entrada no hospital Albert Einstein na terça-feira (25). O paciente esteve na Região da Lombardia, na Itália. O país europeu já confirmou quatro mortes recentes de pessoas contaminadas pelo coronavírus.

Em último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, foi informado que já são 20 novos casos suspeitos em monitoramento pelo órgão até esta quarta-feira (26). Os pacientes estão divididos entre os estados da Paraíba, Pernambuco, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Na lista do MS não esão contabilizados os dois casos investigados no Rio Grande do Norte. Desde que o Brasil registrou a primeira suspeita da doença, já foram 59 casos analisados e descartados após exames laboratoriais obterem resultados negativos.

Na China, país epicentro da doença, já são pelo menos 2.715 mortes, dos 78.064 casos. Em menos de dois meses, já são 40 países com casos suspeitos segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Fonte: Portal da Tropical