Telefone/WhatsApp: (84) 3412-4414

Organização de Boxe sem luvas promete oferta de US$ 20 milhões para Tyson e mira Wanderlei como rival


Postado em 26 de maio de 2020 - 8:28h

Após Mike Tyson rejeitar a primeira oferta do Bare Knuckle Fighting Championship, o presidente da organização de Boxe sem luvas não está disposto a desistir tão facilmente. David Feldman disse ao MMA Fighting que vai subir a oferta inicial de US$ 20 milhões (mais de R$ 100 milhões de reais) feita para “Iron Mike”.

“Acho que sei o que precisamos fazer para que isso aconteça. (…) Primeiro, quero ver se conseguimos fazer esta história do Mike acontecer, e depois vamos começar a falar de adversários. Ainda não fomos bem-sucedidos em fazer esta história do Mike acontecer, mas acho que a porta ainda não está fechada. Ele disse não imediatamente, mas acho que há uma chance”, disse o presidente da BKFC.

Apesar de querer primeiro fechar com Tyson para, em seguida, buscar um adversário, a cabeça de Feldman já tem tudo quase que planejado. O presidente da franquia afirmou que um dos nomes que mais o agrada é do brasileiro Wanderlei Silva, pelo seu ímpeto ofensivo e a fama de sempre buscar entregar boas lutas.

“Eu acho que um Wanderlei Silva, alguém desta natureza. Não importa o quanto Wanderlei esteja velho, ele é perigoso, e eu acho que seria um combate intrigante. Na verdade, não tenho nada em mente agora”, disse.

O BKFC vai retornar no dia 26 de junho, mas ainda sem local definido.

Fonte: R7