Telefone/WhatsApp: (84) 3412-4414

R$ 1,9 milhão por mês. Flamengo mantém Jesus. Meta é o Mundial


Postado em 3 de junho de 2020 - 17:56h

4 milhões de euros até junho de 2021.

Na cotação de hoje, 3 de junho de 2020, R$ 26,7 milhões.

333 mil euros por mês.

Na cotação de hoje, 3 de junho de 2020, R$ 1,9 milhão.

Mas a cotação no contrato é flutuante.

Ou seja, pode e tem tudo para aumentar mês a mês.

R$ 15 milhões de bônus pelos títulos da Libertadores e Brasileiro.

E uma cláusula fundamental.

Se houver convite de clubes de dois países da Europa, ele pode sair sem multa.

Os países seriam Portugal e Espanha.

Depois de quatro meses de negociação, o Flamengo acertou a renovação por mais um ano com Jorge Jesus.

O português assinou o melhor contrato de um treinador no Brasil.

Jamais um técnico recebeu tanto dinheiro como ele.

Os seis membros de sua Comissão Técnica foram mantidos, outra exigência.

O representante do treinador Bruno Macedo acertou todos os detalhes com o vice de futebol, Marcos Braz, e com o diretor-executivo Bruno Spindel.

O contrato atual terminaria no dia 19 de junho.

O técnico brincou com a renovação.

Ironizou Dom Pedro I, ao negar voltar para Portugal, em 9 de janeiro de 1822.

Jorge Jesus colocou no seu instagram, a seguinte ‘declaração’.

“Digam à Nação que Fico.”

“Meus representantes chegaram a um acordo hoje com diretoria do Flamengo para renovação de meu contrato por mais um ano.

“As minhas relações de amizade com todos jogadores, estrutura do clube e Nação Rubro-Negra foram determinantes para tocar meu coração e falaram mais alto em minha decisão.

“Obrigado a todos pelo carinho, pelo reconhecimento e apoio ao nosso trabalho.”

Jorge Jesus colocou essa mensagem às 23h46 de ontem.

Por trás desse fabuloso contrato, há várias conclusões.

A primeira é que vencer na América do Sul, ganhar a Libertadores e o Brasileiro, não tem peso para motivar grandes clubes europeus. Jorge Jesus não foi procurado por nenhum gigante do Velho Continente.

A segunda é que o Flamengo assumiu ser refém do treinador.

Se submeteu a um contrato terminando no meio do próximo ano. Na metade da próxima temporada. Ou seja, se a pandemia deixar, e tudo correr de forma normal dentro do gramado, o Flamengo estará começando a fase de mata-mata da Libertadores.

Mas Jorge Jesus ainda tem esperança de começar um trabalho, em julho de 2021 em um grande europeu, apesar de, na época, estar completando 67 anos.

Ou até voltar para o seu amado Benfica.

O Flamengo teve de se submeter ao risco.

Ou Jorge Jesus não ficava.

E ainda teve, depois de semanas de briga, de aceitar o câmbio flutuante do euro.

Jorge Jesus e seus procuradores sabem que há muita chance de o real se desvalorizar ainda mais diante do euro.

Confira a matéria completa, clica aqui!

Fonte: R7