Telefone/WhatsApp: (84) 99911-9627

Policiais do RN recebem capacitação nacional de polícia judiciária


Postado em 9 de novembro de 2020 - 16:58h

A Polícia Civil do Rio Grande Norte recebe, até o próximo dia 12 de novembro, recebendo, a 8ª edição do “Programa de Aperfeiçoamento das Polícias Judiciárias”, promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). A capacitação, segundo a PCRN, tem o objetivo de aprimorar e fortalecer o trabalho das polícias judiciárias de todo o país, aumentando a capacidade investigativa e de resolução de crimes com impacto positivo na segurança pública.

Abordando o tema “Corrupção Sistêmica e Delinquência Institucionalizada”, a capacitação é destinada para 50 policiais civis do estado potiguar, previamente escolhidos pela instituição. A semana de capacitação ocorre no auditório da Escola de Governo e conta com palestras de delegados federais de três distintas gerações, responsáveis pelas maiores operações policiais realizadas pela instituição nos últimos 15 anos. Durante uma semana inteira, serão mostrados estudos de casos e diferentes técnicas operacionais.

O Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias é uma iniciativa da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública, por meio da Diretoria de Ensino e Pesquisa. Entre os assuntos discutidos com os alunos, estão a atuação integrada, enfrentamento ao crime institucionalizado e à grande corrupção, combate ao crime organizado, lavagem de dinheiro, planejamento operacional, cooperação internacional, inteligência policial, medidas de seletividade dos inquéritos policiais, entre outros.

De acordo com o delegado federal Josélio Azevedo de Sousa, Secretário de Gestão e Ensino em Segurança Pública do MJSP, a iniciativa é de grande relevância para a persecução penal eficiente. “Os órgãos de Polícia Judiciária têm grande importância na entrega qualificada da segurança pública para a sociedade. Além disso, sua atividade está também diretamente relacionada à administração da justiça, pois está a seu cargo a produção da prova, elemento necessário para a efetividade do processo penal”, destacou o secretário.

Segundo a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, a capacitação contribuirá para o aperfeiçoamento da atividade investigativa realizada pela instituição. “Uma investigação com qualidade confere maior credibilidade ao trabalho da polícia judiciária, garantindo segurança na utilização da prova e responsabilização dos autores das infrações penais”, ressaltou a delegada.

Fonte: Portal da Tropical