Telefone/WhatsApp: (84) 99911-9627

Preços dos medicamentos cai pelo segundo mês seguido, aponta Fipe


Postado em 12 de agosto de 2021 - 7:25h

O preço de medicamentos para hospitais recuou 1,9% em julho, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (12), pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) em parceria com a Bionexo.

A segunda queda consecutiva do indicador é também o segundo maior recuo mensal da série histórica do índice, iniciada em janeiro de 2015. Apesar da sequência negativa, o preço dos medicamentos acumula ganho de 8,37% nos últimos 12 meses e já saltou 12,5% entre janeiro e julho deste ano.

Conforme as informações apresentadas pelo IPM-H (Índice de Preços de Medicamentos para Hospitais), a queda de preços no mês de julho foi guiada pelos remédios para o sistema nervoso (- 8,94%), sistema musculoesquelético (-6,18%) e anti-infecciosos gerais para uso sistêmico (-3,38%).

Também ficaram mais baratos os medicamentos para o aparelho cardiovascular (-2,61%), agentes antineoplásicos (-1,05%), aparelho respiratório (-0,82%) e preparados hormonais (-0,49%).

Por outro lado, estão mais caros os remédios utilizados para o aparelho digestivo e metabolismo (+2,37%), imunoterápicos, vacinas e antialérgicos (+1,4%), sangue e órgãos hematopoiéticos (+1,16%) e aqueles utilizados em órgãos sensitivos (+0,32%) e no aparelho geniturinário (+0,14%).

“Com o aumento da incerteza e a consequente depreciação expressiva da moeda brasileira, o custo de aquisição de medicamentos, de insumos da indústria e de transporte de produtos também se tornou mais elevado”, pontuam os pesquisadores do indicador ao citar o impacto da pandemia da covid-19 no preço dos medicamentos.

Fonte: R7