Telefone/WhatsApp: (84) 99911-9627

Comércio varejista do RN supera nível pré-pandemia pela primeira vez em 2021


Postado em 20 de agosto de 2021 - 8:24h

Foto: Canindé Soares

O volume de vendas do comércio varejista do Rio Grande do Norte cresceu 1,4% em junho na comparação com maio. Com esse resultado, o varejo potiguar supera pela primeira vez em 2021 o nível de atividade registrado em fevereiro de 2020, último mês livre da influência da pandemia. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE.

Em fevereiro de 2020, o índice que permite o monitoramento do nível de atividade do comércio potiguar estava em 94,4%. Em junho de 2021, o número superou essa marca pela primeira vez no ano, alcançando 95,4%.

O índice base fixa de volume possibilita a comparação entre o resultado de um mês e a média mensal do ano de 2014, quando o comércio brasileiro atingiu o seu melhor desempenho conforme a PMC. Portanto, quando esse indicador atinge os 100%, significa que o nível das atividades do comércio está no mesmo patamar da média mensal de 2014. Consequentemente, quando está abaixo de 100%, o nível está inferior à média mensal do ano-base.

Em 2020, depois da queda entre os meses de março e julho, o comércio varejista do RN ficou acima do nível pré-pandemia entre agosto e novembro. O Brasil superou o nível de atividade em julho de 2020. Em 2021, apenas em março o nível de atividade do comércio brasileiro esteve abaixo do registrado em fevereiro de 2020.

Acumulado do ano

De janeiro a junho, o comércio varejista potiguar acumula 5,5% de crescimento em comparação ao mesmo período do ano passado. Nessa mesma comparação, a média do Brasil (6,7%) é levemente superior.

Varejo ampliado

No comércio varejista ampliado, o Rio Grande do Norte se destaca em razão do volume de vendas 1,8% maior em junho frente a maio. Outros sete estados também apresentaram números positivos: Piauí (3,2%); Sergipe (1,5%); Espírito Santo (1,3%); Pará (0,9%); Roraima (0,9%); Santa Catarina (0,4%); e Rondônia (0,4%). No entanto, a média do Brasil (- 2,3%) foi influenciada negativamente por 19 unidades da federação.

O varejo ampliado compreende o varejo acrescido das atividades de venda de material de construção e venda de “veículos, motocicletas, partes e peças”.

Setor de serviços do RN cresce 4,2% em junho

O volume de serviços do Rio Grande do Norte cresceu 4,2% em junho. O crescimento é superior à média do Brasil (1,7%). Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento do volume de serviços do Rio Grande do Norte registrado em junho de 2021 foi o melhor para o estado desde o início da pesquisa: 29,9%. Nessa análise, os registros começaram em 2012. Essa foi a quarta maior alta do Brasil e a segunda maior do Nordeste na comparação entre junho de 2021 e junho de 2020. A média do Brasil (21,1%) foi inferior ao resultado potiguar.

Acumulado de 12 meses

O único indicador do setor de serviços potiguar que continua negativo é o acumulado dos últimos 12 meses: – 6,7%. Somente Sergipe (- 8,4%) teve desempenho inferior ao do Rio Grande do Norte nesse período. Outras 11 unidades da federação também permanecem com números negativos.

Portal da Tropical