Morre Isabel, ícone do vôlei brasileiro, aos 62 anos

Foto: Marcia Foletto

O vôlei brasileiro perdeu um de seus grandes nomes nesta quarta-feira. Morreu a ex-ponteira Isabel Salgado, aos 62 anos. A ex-atleta foi acometida de uma pneumonia que se agravou, levando a um quadro de síndrome aguda respiratória. A família não confirmou o motivo do falecimento, mas via nota afirmou que a ex-jogadora será velada nesta quinta-feira, na Capela Histórica, no Cemitério da Penitência, no Caju. O Hospital Sírio-Libanês, onde ela estava internada, não se pronunciou a pedido da família.

Diz a nota: “Confirmamos a partida de uma das atletas mais importantes que este país teve. No momento a família está reunida e não teremos nenhuma declaração. Pedimos a compreensão de todos. Isso será feito assim que possível. O enterro será no Crematório e Cemitério da Penitência, no Caju. Velório será às 11h, Capela Histórica. A cremação está agendada para amanhã, às 14h.”.

Isabel havia sido acometida por uma pneumonia quando a internaram pela manhã da última terça-feira. Intubada no decorrer do dia, precisou entrar na oxigenação por membrana extracorporal (ECMO), mas não resistiu. Amigos e da ex-jogadora e personalidades do esporte e da política estão usando as redes sociais para lamentar a perda e lembrar de sua importância dela para o esporte nacional.

Isabel estava feliz com projetos pessoais e envolvida com novo governo federal. Na última segunda-feira, a ex-atleta foi indicada para a pasta do esporte na equipe de transição do presidente eleito, Lula, ao lado de nomes importantes da área.

O Globo

Postado em 16 de novembro de 2022