LUTO NA MÚSICA: Morre a cantora e compositora Rita de Cássia

Foto: Reprodução

A compositora e cantora Rita de Cássia, conhecida por ser autora de clássicos do forró eletrônico como “Meu Vaqueiro, Meu Peão” e “Saga de Um Vaqueiro”, morreu na noite desta terça-feira (3), em Fortaleza. Ela estava internada em uma Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) de um hospital privado. A artista lutava contra o diagnóstico de fibrose pulmonar.

A doença é caracterizada quando o pulmão do indivíduo fica com cicatrizes no tecido ou passa a ser mais endurecido. A enfermidade reduz a capacidade de expansão do órgão no processo de respiração.

Em recentes postagens no Instagram, a compositora apareceu com voz ofegante em rápidas mensagens de vídeo em comemoração ao Natal e ao Ano Novo.

Rita de Cássia ficou conhecida nacionalmente pelas letras impulsionadas nas vozes de vocalistas da banda Mastruz com Leite. A forrozeira é natural de Alto Santo, no Ceará.
Hits consagrados

Na década de 1990, Rita de Cássia firmou forte parceria com Emanuel Gurgel — empresário dono das bandas Mastruz com Leite e Cavalo de Pau.

Nome icônico da música, a cearense é ainda dona de hits como “Barreiras” e “Onde Canta o Sabiá”,

O repertório de Rita de Cássia ficou marcado por aliar a vida dos vaqueiros com romances e as vaquejadas. A canção “Saga de Um Vaqueiro”, música que alcança cerca de nove minutos de narrativa, é um dos retratos vivos do interior escrito em estrofes pela cearense.

Rita de Cássia morava em Fortaleza com os filhos. Na música, a forrozeira atuava em carreira solo e contava com gerenciamento de agenda de uma produtora sediada no Rio Grande do Norte.

Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento da artista.

Diário do Nordeste

Postado em 4 de janeiro de 2023