BC começa reunião que vai derrubar a taxa básica de juros pela quarta vez seguida

Foto: ADRIANO MACHADO/REUTERS

Após reduzir a taxa básica de juros nos últimos três encontros, o Copom (Comitê de Política Monetária), do BC (Banco Central), volta a realizar nesta terça-feira (12) a reunião que deve resultar na redução da taxa Selic ao menor patamar desde março de 2022.

Segundo expectativas do mercado financeiro, a taxa básica de juros deve recuar 0,5 ponto percentual pela quarta vez seguida, de 12,25% para 11,75% ao ano, na última reunião do ano do comitê.

Nesta terça-feira, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e os oito diretores da autoridade monetária realizam apresentações técnicas sobre as perspectivas da economia e o comportamento do mercado financeiro. A decisão é anunciada no fim da tarde de quarta-feira (13).

Na ata da última reunião, quando decidiu cortar a Selic para 12,25% ao ano, o Copom (Comitê de Política Monetária) sinalizou a previsão de novos cortes de 0,5 ponto percentual da taxa básica de juros para os próximos meses. No entanto, o grupo diz ser pouco provável elevar o ritmo de corte dos juros básicos.

“Tal ritmo conjuga, de um lado, o firme compromisso com a reancoragem de expectativas e a dinâmica desinflacionária e, de outro, o ajuste no nível de aperto monetário em termos reais diante da dinâmica mais benigna da inflação antecipada nas projeções do cenário de referência”, diz a ata.

Enquanto o ano deve encerrar com a Selic a 11,75%, para os próximos anos, o mercado financeiro espera a manutenção dos cortes de juros. As previsões mais recentes, no entanto, estimam que o ciclo de queda da taxa básica de juros será menos intenso, com a chegada da Selic a 9,25% ao ano, em 2024, e 8,75% ao ano em 2026.

R7

Postado em 12 de Dezembro, 2023