Potyguar derrete mais uma vez no 2º tempo e precisa virar a chave no Estadual

Foto: Reprodução

A goleada sofrida pelo Potyguar contra o Santa Cruz por 4×0 traz preocupações para o decorrer da competição. Após empolgar na estreia, o Leão do Seridó conhece sua pior versão, sobretudo nas segundas etapas. Sem forças para reagir após placares adversos, a equipe amarga sua quarta derrota consecutiva e sem marcar gols, entrando de vez na luta contra o rebaixamento.

Diferente da goleada contra o Globo e até das derrotas contra o América, o clube currais-novense pareceu sofrer com a pressão de vencer seus duelos contra o Santa Cruz. Não por acaso, foram as duas piores atuações do Leão até aqui.

Inclusive, há de se dizer: o duelo de hoje, vimos um Potyguar decidido e concentrado na primeira etapa. Com quatro jogadas que terminaram em finalizações, sendo duas mais perigosas, a sensação que apresentava é que o Leão estava próximo do primeiro gol. Apesar de “competir” na primeira etapa, o enredo mudou totalmente para o segundo tempo.

Se você se recordar, esse foi o grande retrato do duelo em Currais Novos contra o mesmo Santa Cruz. O Potyguar precisava da vitória, lançou a equipe pro campo de ataque, mas o que ocorreu foi um segundo tempo dominado pelo rival natalense, principalmente após o gol.

O filme infelizmente se repetiu em Ceará-Mirim. O Leão voltou sem ter a bola e parecia assustado diante de tantas oportunidades do Santa Cruz. Apenas nos quinze primeiros minutos do 2º tempo, foram 5 finalizações adversárias. Wallef já evitava o pior.

O ritmo do Santa Cruz caiu, mas o gol saiu pouco após aos 30 minutos. Pronto. Foi o necessário para o Potyguar derreter. Atrás do placar e tendo que virar o jogo em pouco tempo, o que aconteceu foi o contrário: espaços surgiram com ainda mais facilidade e os três gols surgiram com certa naturalidade.

Perder de goleada por si só é um baque. Mas quando a goleada chega na sua quarta partida sem vitória e sem marcar gols, após suas duas piores atuações na temporada, o alerta está ligado de vez internamente.

O duelo contra o Globo FC, válido pela última rodada do 1º turno, ganha ainda mais contornos de decisão. Apesar de ambas equipes já estarem desclassificadas na primeira perna da competição, o duelo significará muito na luta contra o rebaixamento.

Será necessário afastar a pressão dos maus resultados de um time que já se mostrou competitivo dentro da própria competição. O desafio é recuperar a confiança de atletas e não deixar o ritmo cair tanto após as alterações. A missão não é difícil, não estamos falando de um time sem qualidade. Mas é preciso virar a chave e retomar o que vimos do Potyguar nas três primeiras partidas do Estadual.

Anthony Medeiros

Postado em 2 de Fevereiro, 2024