CASOS DE MIOPIA ENTRE CRIANÇAS CRESCEM QUASE 200% EM 1 ANO

O número de crianças diagnosticadas com miopia no Brasil deu um salto enorme no último ano, de acordo com o levantamento realizado pelo Hospital dos Olhos de São Paulo. Entre crianças de 0 a 5 anos, o aumento foi de quase 200%, e entre 5 a 10 anos, quase 50%.

Segundo especialistas, um dos vilões dessa estatística é o excesso do uso de telas. De acordo com o oftalmologista Fábio Pimenta, alguns pais dão tablets e outros eletrônicos para distração dos filhos, o que acaba impactando a visão.

“Muita gente usa tela, inclui na história da escola, que hoje em dia usa tablet, em casa, para ficar um pouquinho distraído, e até quando vai sair com a criança, coloca a tela para ela ficar mais calma. Então, vai usando mais, e isso é um dos fatores de risco, é uma das coisas que propiciam o aumento da miopia.”
O excesso de telas pode provocar sintomas como cansaço visual, ressecamento, ardência e embaçamento da visão. A Sociedade Brasileira de Oftalmologia e Pediatria orienta que o acesso seja limitado.

“Até dois anos de idade não se deve usar tela. A partir dos dois anos, entre dois e seis, o ideal é uma hora por dia, com intervalos, picado, não é para fazer uma hora direto e sempre sob supervisão. A partir dos seis, duas horas por dia”, completa Fábio.
Para adiar ainda mais o uso de telas, um grupo de mães de São Paulo propõe que os pais só presenteiem os filhos com celulares a partir dos 14 anos.

“Quanto mais você conseguir postergar o uso do celular e fazer uma educação nesse sentido, quando ele tiver acesso, ele vai conseguir usar de uma forma mais adequada. Quando a gente fala de algo que vicia, que afeta a saúde física e mental, é nossa obrigação e nossa responsabilidade, enquanto pais, protegê-los”, diz Fernanda Cytrynowicz, co-fundadora do Movimento Desconecta.

SBT

Postado em 9 de Julho, 2024